O Dia Seguinte - Rhidian Brook

"Ele observou os pássaros e começou a imaginar: todo o entulho retirado e as fundações de novos prédios cavadas, as raízes de futuro prédios florescendo do chão; uma biblioteca com uma galeria aberta debruçada sobre um pátio, um hospital com colunata, uma escola com motivo decorativos e bossagem! Um novo cinema com o jirau que era sua assinatura para projeções externas. Ruas para carros. Caminhos para bicicletas. Calçadas para pessoas. Árvores plantadas em adoráveis bulevares. Marinas no lago. Trens em vias suspensas, correndo acima dos tetos das casas. Fontes jorrando água em padrões floridos. Parques e jardins para pensar, conversar, brincar, discutir e partilhar. Ele podia ver toda uma nova cidade crescendo da desolação. Uma bela cidade para crianças, pais e avós, amantes e curiosos, para os debilitados e os recuperados, os desaparecidos e os sentidos, os perdidos e os reencontrados."




Os seis últimos livros que havia lido eram sobre guerra. Cada um com seu encanto, sua história particular, mas o tema central "guerra" estava em todos. O Dia Seguinte, ganhei em uma promoção da Editora Intrínseca, quando o peguei da minha fila de livros-esperando-para-serem-lidos e fui ler a sinopse, pensei em colocá-lo por último e ler os outros antes. O outros seis livros que li sobre o tema eram ótimos, adorei as leituras, mas quando você fica muito em um tipo de gênero só, chega a cansar. Mas mesmo assim peguei e comecei a ler.

A história do livro é baseada em uma história real, vivenciada pelo avô do autor, e que eu só descobri após terminar a leitura do livro e que me surpreendeu bastante. O Romance escrito por Rhidian trás vários temas que nos permite deixar de lado os julgamentos e condenações e pensar "e se eu estivesse no lugar dele/dela faria o mesmo?". Uma Alemanha devastada depois da guerra, ingleses requisitando as melhores casas para eles, e no meio disso uma atitude admirável de um coronel britânico: o acordo de dividir a casa que foi requisitada para ele com os donos alemães, permitindo que pai e filha continuassem vivendo ali.

A história é bacana, mas não chega a ser envolvente, apesar de querer saber o que ia acontecer quando parava para fazer outras coisas, o único momento que me fez de verdade não querer largar o livro pra saber o que ia acontecer em seguida foi o final.

A edição está boa, a capa não achei muito atraente, não é o tipo que eu compraria ao ver em uma livraria só por ter sido atraída pela capa. Teve alguns leves erros, na maioria falta de algumas palavras. O que eu achei que ficou a desejar foram as frases em alemão, que poderiam ter vindo com uma tradução, porque apesar de ler vários livros que já falaram sobre essa guerra, não sei nada de alemão, e fiquei sem saber em várias vezes o que aquilo queria dizer.





Título: O Dia Seguinte
Autor: Rhidian Brook
Páginas: 272
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580575927
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger